sábado, 12 de setembro de 2009

nada

Deitado, a toa e sem nada a dizer. O corpo pede descanço. A mente pede ação.
Gostaria de controlar sonhos ou, pelo menos, me lembrar deles. Creio que dormiria mais desta forma. E deitado minha cabeça continua a viajar. Peço para a mente se entregar ao pedido da velha carcaça. E do outro lado morfeu grita meu nome... (Acredita que só agora liguei Morfeu a morfina?)

Um comentário:

Luciana Arruda disse...

rs, eu nunca tinha me ligado no morfeu e na morfina..tem sentido!
;)