sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

A arte do ócio...

Creio que devem existir livros, teses, teorias, cursos, workshops sobre a grande arte de não fazer nada... aliás.. se existir algo assim não tem o menor sentido! Seria uma verdadeira anti-tese!!
Mas este texto mostra que é algo difícil esta coisa de nada fazer... Neste momento, estou em um local não apropriado para elaborar pensamentos, escrever textos... o Bar!
Local perfeito para o ócio.. e para momentos de criatividade pura e solta...
Mas o grande fazedor de nada resolve formalizar seu ócio.. escrever sobre ele!!
Um grande fracassado na arte de fazer nada! Ao invés de pedir um chope fico tentando organizar pensamentos para “colocar no papel”...
Tento me convencer que o problema é a falta de minha companheira das horas boas e ruins.. ou de algum hermano para o bom e velho chope com prosa... tomara que seja isto! Não me imagino fracassando na grande arte...
(cadê o garçom? deve me achar louco a esta altura do campeonato.. desistiu de me atender...)
Mas na arte do ócio com chope eu sou um dos notáveis... daqueles que sentam sós no canto do estabelecimento, mas sem se constrangir... consigo levar o pensamento a áreas nunca imaginadas quando meu corpo absorve o primeiro, cremoso e gelado gole desta bebida que me deixava intrigado quando moleque... Como os adultos podem gostar deste treco ruim??? agora só de lembrar deste pensamento neste exato momento vem um esboço de sorriso no canto de minha boca.. os olhos riem da lembrança, pois a boca não pode se dividir em dois prazeres... tem que se concentrar na temperatura perfeita e no sabor... (caraca!! quem regula estas chopeiras?!? é um mestre!!) Na mesa da frente o casal que espera seu jantar deve estar me achando estranho.. um cara com expressão de felicidade ao dar um gole em um chope? ou acertou na megasena ou é alcoólatra! Isto está estampado na cara da senhora... Pronto!! O copo volta para a mesa...
Estes são os 4 segundos mais longos do dia... Quando a vida pede que todos nos afastemos da grande arte. Afinal temos que entregar os projetos, atender os pedidos, pagar as contas, receber as contas, programar o tempo, entregar orçamentos, almoçar no fast food, cortar, temperar e cozinhar o almoço, pensar no jantar, telefonar para aquela pessoa, atender aquela outra, cortar a grama e, enfim, pendurar aquele quadro que há tempos está no canto da sala..
Cansei. Esta coisa de não fazer nada é meio complicada.. acho que vou procurar o que fazer... (e até agora nada do garçon.. ele deve achar que sou uma pessoa muito ocupada...)

4 comentários:

Roberto disse...

É meu amigo, estou sentindo a mesma sensação, espero que por um breve momento, apenas não uso o não fazer nada por não fazer nada, tento ocupar cada minuto de meu tempo, pois sei que quanto mais o tempo passa, menos eu o terei, assim é a vida.
Qualquer dia, sentarei em um bar, pra degustar aquele chope gelado, no ponto, mas nesse dia, estarei aepnas degustando, e sentindo enfim o delicioso sabor desse nectar tão bem inventado.
Muito bom o seu texto, continue, o tema que escolheste, ou que preferiu escrever na hora que estava sem nada fazer, foi e sempre será uma arte.

Nessa disse...

Dogão ! BACANA !
Domenico de Masi, sociólogo italiano da Universidade La Sapienza, de Roma, e presidente da Escola de Especialização em Ciências Organizativas, a S3 Studium - o futuro pertence a quem sabe mesclar, trabalho, estudos, atividades lúdicas e tempo livre.
Assim as pessoas passaram a ter vidas mais felizes e também mais criativas no trabalho.
Nada melhor que um bom chope gelado para acompanhar e proprocionar esta maravilha.
Não deixe de escrever nunca! O texto é muito bom !
Com carinho, bj!

Emiliano Gregório disse...

Eu vi o texto mas aquela lontra loga ali do lado do bebedouro não para de assistir aquele filme no dvd, comendo, ainda assim, o saco de pipoca feita em um carburador de caminhão, amarelo, é claro que nem por isso a baleia é quem guia o danado, mas sim o safado do garçon que deixa a gente esperando o chope chegar. ê garçon...

Cintia disse...

Nosssa...
Vou ser unica mulher a comentar sobre o ócio...Deve ser pq tem tm haver comigo este texto...
Elogios e mais elogios ja foram feitos.Ahhh esta pessoa" ócia" dona do blog kkk..Pois amei o texto...Agoraaaaa tb devo concordar com todos aqui...E principalmente com a parte de que qaundoo eu tb era pequenaaa tb me intrigava com a tala bebida, ruim...kkkk Hj ela é presença constante na minha vida "ocia", companheira pra varios momentos.Pena que não neste exato momento, que me encontro, com uma xicara de leite kkkkk Masss a vida é assim...
Aqui esta meu comentarioo primeiro de muitos aqui...kkk
Bjosss Amigo "ocio" rsss